Caxumba: sintomas, tratamentos e causas

A transmissão ocorre pela fala ou espirro de PESSOAS INFECTADAS.

Doença contagiosa causada por um vírus, que atinge sobretudo as crianças e se manifesta por inflamação das glândulas salivares, também conhecida como parotidite infecciosa ou papeira.

Sintomas

Inchaço e dor na parótida e nas outras glândulas salivares infectadas (localizadas embaixo da mandíbula), dor muscular e ao engolir, febre, mal-estar, inapetência são sintomas da infecção, menos intensos nas crianças do que nos adultos.
Os seguintes sinais sugerem complicações da doença e exigem assistência médica imediata:
• dor e inchaço nos testículos e na região dos ovários;
• náuseas, vômitos, dor no abdômen superior (pancreatite);
• rigidez na nuca, dor de cabeça e prostração (meningite).

Vacina

Calendário Básico de Vacinação. Pode ser aplicada isoladamente.
No entanto, em geral, está associada às vacinas contra sarampo e rubéola. As três juntas compõem a vacina tríplice viral. A primeira dose deve ser administrada aos doze meses e a segunda, entre 4 e 6 anos.

Recomendações

• Não se automedique, nem medique a criança antes de consultar um médico e ter o diagnóstico de certeza de caxumba.
• Mantenha o doente em repouso até que tenham desaparecido os sintomas.
• Ofereça-lhe alimentos líquidos ou pastosos, que são mais fáceis de engolir.
• Lembre-se: adultos que não foram vacinados ou não tiveram a doença podem ser infectados pelo vírus da caxumba e por isso devem ser vacinados.
• Atenção mulheres que nunca tiveram caxumba, nem tomaram a vacina: procurem um posto para serem vacinadas antes de engravidar. Na gestação, a doença pode provocar abortamento.

 

Informativo Calendário de Vacinas

VACINAS são substâncias que possuem como função estimular nosso corpo a produzir respostas imunológicas. Elas são produzidas a partir do próprio agente causador da doença, que é colocado em nosso corpo de forma enfraquecida ou inativada. Apesar de não causar a doença, as formas atenuadas e inativadas do antígeno são capazes de estimular nosso sistema imunológico.A importância da vacinação vai muito além da prevenção individual. Ao se vacinar, você está ajudando toda a comunidade a diminuir os casos de determinada doença. CALENDÁRIO DE VACINAÇÃOCRIANÇAS até 10 anosao nascer BCG-ID + Hepatite B2 meses VIP + Rotavírus + Pentavalente + Pneumo 103 meses Meningo C Conjugada4 meses VIP + Rotavírus + Pentavalente + Pneumo 105 Meses Meningo Conjugada6 meses VIP + Pentavalente9 meses Febre Amarela12 meses Triviral (SRC) + Pneumo 10 + Meningo C15 meses Tetraviral (SRCV) + Hepatite A + VOP + DTP4 anos DTP + VOP + Febre Amarela5 anos Influenza9 anos HPVMELHOR IDADE a partir dos 60 anos• Hepatite B• Dupla Adulto (dt)• Febre Amarela• Pneumo 23• InfluenzaADOLESCENTES de 11 a 20 anos• Hepatite B• Dupla Adulto (dt)• Febre Amarela• Tríplice Viral• HPV QuadrivalenteADULTOS de 20 a 60 ANOS• Hepatite B• Dupla Adulto (dt)• Febre Amarela• Tríplice Viral
 

Dia Mundial da Água • 22 de Março

Diante da importância da água para a nossa sobrevivência e da necessidade urgente de manter esse recurso disponível, surgiu o Dia Mundial da Água. A água é um recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos. Ela atua mantendo nosso corpo hidratado, ajuda no transporte de substâncias, regula a nossa temperatura e participa de reações químicas.A IMPORTÂNCIA DA HIDRATAÇÃOAjuda a prevenir a constipaçãoUmedece tecidos da boca, olhos e nariz.Evita inchaço e retenção de líquidos.Auxilia na absorção de diversos nutrientes.Diminui o desgaste dos rinsAuxiliando na eliminação de diversas substâncias. DICAS• Colocar rodelas de limão, hortelã ou frutas vermelhas na água pode ser um bom incentivo para ingerir mais líquidos.• Coloque um alarme no relógio, no celular ou no computador, para lembrar que está na hora de se hidratar.• Inclua na sua dieta alimentos como frutas, sucos de frutas, verduras e legumes.
 

INFORMATIVO DA SAÚDE • PROTETOR SOLAR

O FATOR DE PROTEÇÃO SOLAR (FPS) É UM ÍNDICE QUE DETERMINA O TEMPO DE EXPOSIÇÃO AOS RAIOS SOLARES, COM A PELE DEVIDAMENTE PROTEGIDA, SEM QUE OCORRA A VERMELHIDÃO, GERADA PELA DILATAÇÃO DOS VASOS SANGUÍNEOS.Imagine que o tempo de exposição ao Sol capaz de gerar a vermelhidão em um indivíduo com a pele desprotegida seja de 5 minutos. Com o uso de um protetor solar de FPS 20, esse tempo será 20 vezes maior, assim, o indivíduo poderá permanecer exposto aos raios solares por até 100 minutos sem sofrer danos. (20x5=100)RAIOS UVA E UVBOs raios UVA penetram profundamente na pele e são os principais responsáveis pelo envelhecimento das células da epiderme. Essa radiação também tem uma participação em alergias, e predispõe a pele ao surgimento do câncer. A radiação UVB é mais intensa durante o verão, devido as elevadas temperaturas, predominantemente entre as 10h da manhã e às 16h da tarde. Esta radiação penetra superficialmente a pele e é a responsável pelas queimaduras provocadas pelo sol.ENTÃO, O QUE DEVEMOS OBSERVAR NO RÓTULO DE UM FILTRO SOLAR?Para não errar na escolha do produto, entenda as informações contidas no rótulo:Encontre o termo “amplo espectro”. Isso significa que o filtro solar pode proteger sua pele dos dois tipos de raios UV prejudiciais – os raios UVA e UVB, além do infravermelho e luz visível;Fique atento ao FPS. Para uma proteção eficaz da pele, recomenda-se filtro solar com índice de FPS 30 ou superior; O FPS indica a proteção aos raios UVB. Outra informação muito importante é o PPD, que mede a proteção ao UVA. Um bom PPD deve corresponder a 30% do valor do FPS. Por exemplo, se o FPS é 30, o PPD deve ser, no mínimo 10;Resistente à água.Isso significa que o filtro solar vai durar mais tempo na pele, ainda que a mesma esteja molhada. Note que nem todos os filtros solares são resistentes à água;Reaplicação do filtro solar.Sempre reaplicar o filtro solar após sudorese intensa/ prática de esportes, após entrar na água e a cada 3 horas;Filtro Solar sem repelente de insetos.Há filtros que possuem também repelentes de insetos, porém, dermatologistas recomendam comprar os produtos separadamente, isso porque o repelente deve ser reaplicado com menos frequência que os filtro solar. O filtro solar sempre deve ser aplicado antes do repelente